Programas viabilizam Clínica da Mulher de Dourados

Programas viabilizam Clínica da Mulher de Dourados

Deputado destaca apoio de Murilo ao projeto da Clínica da Mulher e afirma que programa federal também acelera Instituto da Mulher e da Criança na UFGD

 
Perspectiva mostra como a Clínica da Mulher está sendo projetada. (Ilustração)

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS) disse, após reunião com o prefeito de Dourados, Murilo Zauith, que os programas de atenção à saúde da mulher lançados pela presidenta Dilma Roussef, vão de encontro a dois projetos que está conduzindo – a Clínica da Mulher e o Instituto da Mulher e da Criança (IMC). “A Clínica será referência para atendimento, diagnóstico e acompanhamento e com o Instituto Dourados dará atenção especial à saúde da mulher”, disse Geraldo.

O prefeito Murilo Zauith assumiu o compromisso de ‘compartilhar’ com Geraldo Resende na alocação de recursos para a construção da Clínica da Mulher, que já dispõe de R$ 901.550,00 liberados, mais R$ 443.487,93 para a compra de equipamentos. “Vamos entrar com a metade dos recursos, somos sócios nesse projeto”, assegurou Murilo, notando que a sua administração assume a saúde da mulher como ação prioritária. Murilo anunciou que já dispõe de área para construção da Clínica, ao lado do CSU do Jardim Água Boa. “O local é de fácil acesso”, justificou.

Segundo Geraldo, os programas de atenção à saúde da mulher lançados pelo governo federal vão ajudar na viabilização dos projetos idealizados para Dourados, já que a finalidade coincide com as ações de prevenção ao câncer de colo do útero e de mama anunciadas pela presidenta Dilma Rousseff. Já o programa Cegonha se encaixa no projeto do Instituto da Mulher e da Criança (IMC), que deve ser construído no complexo no Hospital Universitário.

O deputado disse que vai articular com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a destinação de parte dos recursos que foram anunciados também na Rede Cegonha, que atenderá as mulheres do teste de gravidez ao pós-parto. A atenção hospitalar deve ser implantada pela rede entre 2011 e 2016, no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde).

“Queremos fazer parte da rede e sermos parceiros do governo federal na atenção à saúde da mulher, área na qual dedicamos. O objetivo da Clínica da Mulher é atender e acompanhar ações preventivas para evitar e ter diagnóstico precoce de câncer e não internar, além de identificar e fazer o acompanhamento de gestações de alto risco. Gravidez não é doença, mas precisa de atenção especial, separada dos demais atendimentos hospitalares para garantir parto humanizado”, diz Geraldo.

Segundo o deputado, a partir dos dois programas federais, é possível firmar termo de cooperação com o Ministério da Saúde para estruturar a rede de cuidados materno e infantil em Dourados. Para Geraldo, o programa voltado à saúde da mulher e do bebê é um dos mais importantes, porque consagra a qualidade da saúde. Para Geraldo, a prevenção e o direito amplo à informação devem se constituir em práticas de saúde, daí a importância do programa de combate ao câncer de mama e de colo de útero.

O Programa Nacional de Controle do Câncer de Mama terá investimento de R$ 867,3 milhões. Um dos seus objetivos é garantir a ampliação do acesso aos exames de diagnóstico do câncer de mama a todas as mulheres, tendo como público-alvo aquelas com idade entre 50 e 69 anos.

O câncer de mama é o que mais causa morte entre a população feminina, segundo dados do Ministério da Saúde. Além de expandir a cobertura de mamografia, o programa buscará aumentar a proporção de mulheres diagnosticadas com câncer que começam o tratamento em, no máximo, 60 dias. O governo vai ampliar 50 centros de referência para confirmação do diagnóstico, com investimentos de cerca de R$ 81,2 milhões nos próximos quatro anos.

A ampliação da rede especializada, o aumento no controle de qualidade dos exames nos laboratórios, a capacitação profissional e os serviços de saúde de referência para o diagnóstico e tratamento das lesões precursoras, aquelas que evoluem para o câncer, estão entre as ações previstas pelo programa. O investimento total do governo federal será de R$ 4,5 bilhões.


 

Gabinete em Brasília - DF
Anexo IV - Gab 905 - CEP. 70160-900
Tel: (61) 3215-5905 - (61) 3215-3905
Fax: (61) 3215-2905
Email: dep.geraldoresende@camara.gov.br

Escritório em Dourados - MS
Rua João Cândido Câmara - 1195
CEP. 79826-010 - Jardim Central - Dourados - MS
Tel: (67) 3422-9292
Fax: (67) 3427-0908
Email: dep.geraldoresende@uol.com.br