Suspensão não atinge cursos de medicina em Corumbá e Ponta Porã, afirma Resende

Com o ministro da Educação Mendonça Filho Com o ministro da Educação Mendonça Filho
 
06/04/2018 15h24

Ao contrário do que foi divulgado pela imprensa, a suspensão da criação de novos cursos de medicina no país por cinco anos, de acordo com portaria assinada nesta quinta-feira (05), não atinge a criação dos cursos de medicina em Instituições de Ensino Superior particulares nas cidades de Ponta Porã e Corumbá. A informação é do deputado Geraldo Resende (PSDB), confirmada pelo secretário de Regulamentação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Henrique Sartori.

A medida vale para instituições públicas federais, estaduais e municipais e privadas, porém "não atinge editais já lançados, nem aumento de vagas para cursos em universidades em tramitação ou já pactuados", informou Sartori. A ampliação de vagas em cursos de medicina já existentes em instituições federais também não fica suspensa.

O deputado Geraldo Resende, que participou da habilitação das duas cidades afirmou compreender os motivos para a moratória do Ministério da Educação. "Entendo a necessidade apontada pelas Associações Médicas com o objetivo de garantir a qualidade da formação dos futuros profissionais, porém, os cursos de medicina que serão implantados em Instituições particulares de Corumbá e Ponta Porã, previstos nos editais de 2014, 2017 e 2018 estão salvaguardados", afirmou.

Em relação a suspensão, o ministro da Educação Mendonça Filho argumenta que, "teremos moratória de cinco anos para que possamos reavaliar todo o quadro de formação médica no Brasil. Isso se faz necessário até porque as metas traçadas com relação à ampliação de médicos no Brasil já foram atingidas. Mais que dobramos o número total de faculdades de formação de medicina nos últimos anos, o que significa dizer que há uma presença de formação médica em todas as regiões do Brasil", afirmou o ministro.

"A suspensão é importante por demonstrar preocupação com a qualidade dos cursos, mas reitero que a tramitação dos cursos de medicina de Corumbá e Ponta Porã está garantida e não sofre nenhum prejuízo. A implantação de cursos de medicina se faz importante porque atrai investimentos públicos e privados para a saúde, bem como forma profissionais em áreas carentes", finalizou Resende.


 

Gabinete em Brasília - DF
Anexo IV - Gab 905 - CEP. 70160-900
Tel: (61) 3215-5905 - (61) 3215-3905
Fax: (61) 3215-2905
Email: dep.geraldoresende@camara.gov.br

Escritório em Dourados - MS
Rua Dr. Nelson de Araújo, 30
CEP. 79804-040 - Jardim América (Centro) - Dourados - MS
Tel: (67) 3422-9292
Fax: (67) 3427-0908
Email: atendimento@geraldoresende.com.br