Três Lagoas vai zerar fila de hemodiálise graças a recurso de Geraldo

 
11/04/2018 14h38

Pacientes que tem de realizar hemodiálise fora de Três Lagoas poderão fazer suas terapias renais substitutivas no município. O Hospital Nossa Senhora Auxiliadora deve adquirir nas próximas semanas 10 máquinas para o tratamento de diálise e colocar em funcionamento no Centro Avançado da Unidade em construção. Parte da aquisição será possível com os recursos pagos nesta terça-feira (10) pelo Governo do Estado ao Fundo Municipal de Saúde como contrapartida de emendas individuais do deputado Geraldo Resende (PSDB), no âmbito do compromisso político firmado com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Na atualidade, a unidade especializada trabalha com 14 máquinas e atende a 89 pacientes divididos em três turnos. Aqueles que não conseguem vagas são levados para Água Clara, Campo Grande, Paranaíba e até Ilha Solteira, no Estado de São Paulo. O valor conquistado por Geraldo foi de R$ 500 mil, ou seja, cada máquina significa um investimento de R$ 50 mil. Com esse recurso serão abertas mais 60 vagas para pacientes fixos. Já está no caixa do Fundo Municipal de Saúde R$ 300 mil, correspondente a primeira etapa do recurso. A previsão é que a segunda parcela de R$ 200 mil seja creditada no mês de maio.

Na atualidade, a unidade especializada trabalha com 14 máquinas e atende a 89 pacientes divididos em três turnos. Na atualidade, a unidade especializada trabalha com 14 máquinas e atende a 89 pacientes divididos em três turnos.

"Fui procurado pelas representantes do Hospital que me mostraram a realidade dos pacientes renais crônicos de Três Lagoas e região. Fui procurado pela proximidade que tenho com as pessoas que sofrem deste mal e por ter sido o relator na Comissão de Seguridade Social e Família de projetos que defendem os direitos desses pacientes. Garantir que o usuário possa fazer seu tratamento perto de casa e não mais correndo risco por estradas e passando por toda sorte de desconforto, é o resultado da política do bem, que prioriza as pessoas", explicou Resende.

O Hospital Nossa Senhora Auxiliadora está construindo uma nova área de 250 m² para receber os equipamentos. O antigo departamento de hemodiálise está sendo transformado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A edificação de uma nova sala de hemodiálise está sendo custeada por uma emenda do senador Waldemir Moka (MDB) do ano de 2014, no valor de R$ 500 mil.

Para a analista de projetos do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, Cynthia Raquel, "com os recursos dos dois parlamentares, a Instituição poderá receber até pacientes de outras cidades". A implantação da UTI atende as necessidades do Programa de Urgência e Emergência. "Porém ainda estamos capitando mais R$ 800 mil para ampliação de mais 293 m² do Hospital e conseguir aproveitar toda sua capacidade".

Reunião em Brasília com o diretor administrativo do Hospital Marco Calderon Reunião em Brasília com o diretor administrativo do Hospital Marco Calderon

A Secretária de Estado de Saúde viabilizará também recurso, através do Termo de Fomento, no valor previsto de R$ 269 mil para o Sistema de Osmose Reversa Fixa e Portátil. O Sistema de Osmose Reversa é utilizado para realizar a purificação da água, eliminando até 99,98% dos sais minerais, metais pesados e microrganismos que possam estar presentes na água sem a utilização de produtos químicos.

 

Gabinete em Brasília - DF
Anexo IV - Gab 905 - CEP. 70160-900
Tel: (61) 3215-5905 - (61) 3215-3905
Fax: (61) 3215-2905
Email: dep.geraldoresende@camara.gov.br

Escritório em Dourados - MS
Rua Dr. Nelson de Araújo, 30
CEP. 79804-040 - Jardim América (Centro) - Dourados - MS
Tel: (67) 3422-9292
Fax: (67) 3427-0908
Email: atendimento@geraldoresende.com.br