Miranda

No dia 6 de Julho de 1778, o Capitão João Leme do Prado, lançava os alicerces do presídio Nossa Senhora do Carmo do Rio Mondego, por ordem do quinto, Capitão-General das Capitanias de Mato Grosso - Cuiabá, Caetano Pinto de Miranda Montenegro. O objetivo do presídio era de precaver contra possíveis investidas dos castelhanos de Assunção, os quais tinham por base de operações o Forte de São José, à margem do Rio Apa. Em 30 de maio de 1857, por Lei Provincial, o lugar foi elevado à condição de Vila de Miranda, por força do trabalho de Francisco Rodrigues do Prado, irmão do fundador do presídio.

Visando a proteção da vila, o governo imperial determinou, anos depois, a fundação da colônia Militar de Miranda. A comarca foi instalada em 07 de Maio de 1878, após a Guerra do Paraguai, ficando incorporada a Corumbá. Em 31 de dezembro de 1912, com a chegada da ferrovia, a vila passou por um novo surto de desenvolvimento. Nessa mesma data, foram também inauguradas, as estações ferroviárias rurais de Bodoquena, Guaicurus e Salobras. Os usos e costumes antigos devem-se aos índios que habitavam a parte exterior do Presídio do século XVIII e que formaram o primeiro povoado. O nome da cidade e do rio deve-se ao nome do governador da capitania Capitão-General das Capitanias de Mato Grosso "Caetano Pinto de Miranda Montenegro". Atualmente o município é considerado a segunda cidade colonial Sul Mato-grossense, devido à preservação de seus casarios e monumentos e em motivo a sua localização geográfica, denominada por "O Portal do Pantanal", já que a grande planície alagadiça começa praticamente dentro da cidade.

Quem faz o trajeto em direção a Corumbá, pela BR-262, principalmente nos meses de cheia do Pantanal, já começa a avistar os alagados assim que ultrapassa o trevo de acesso à cidade. A partir da entrada de Miranda, o turista já encontra uma flora tipicamente pantaneira nos dois lados da rodovia, como espécies da fauna, com destaque para as aves. Por esse motivo, considerada o “Portal do Pantanal”.O município de Miranda pertence a Bacia do Paraguai. Os principais cursos d’água do município são os rio Miranda, Salobra e Agachi. O encontro das águas cristalinas do rio Salobra com as águas turvas do rio Miranda é um atrativo turístico. O aniversário do município é comemorado no dia 16 de julho.

Distante a 203 km da Capital, Miranda possuí uma área total de 5.494,50 Km2, sua população atinge aproximadamente 25.000 habitantes. Limita-se com os municípios de Aquidauana, Bodoquena, Anastácio, Corumbá e Bonito. Possuí uma altitude de 126m, seu clima é quente e semi-úmido, com uma temperatura média de 30°C, e uma economia voltada a pecuária, comércio e turismo. O município conta com uma infra-estrutura privilegiada que lhe credencia a absorver os seus visitantes. Como cidade turística, tem em sua potencialidade, belezas naturais do pantanal e reservas ecológicas, abrigando 10 aldeias da etnia Terena. Destaca-se pelos seus patrimônios históricos.

Dados Gerais

A população total do município era de 24.838 habitantes, de acordo com o Censo Demográfico do IBGE (2000).

Sua Área é de 5.478,63 km² representando 1,53 % do Estado, 0,34 % da Região e 0,06 % de todo o território brasileiro.

Seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,72 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Área Territorial: 5.478,63 km²
Fonte: IBGE

Ano de Instalação: 1871
Microrregião: Aquidauana
Mesorregião: Pantanal Sul Mato-Grossense
Altitude da Sede: 125,00 m
Distância à Capital: 181,85 Km
Fonte: Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD

Veja imagens do município de Miranda

 
Prefeitura de Miranda
 
Coreto em Miranda
 
Casa da Cultura
 

Atuação

Conheça as ações do deputado federal Geraldo Resende em Miranda:

 

Saiba Mais

INVESTIMENTO

Ministério das Cidades divulga prazos para a entrega de documentos

O Diário Oficial da União (DOU) trouxe em sua edição desta quinta-feira (09), o cronograma de apresentação de documentos a serem apresentados ao Ministério das Cidades, pelos municípios contemplados na segunda etapa do Programa de...

SAÚDE

Aral Moreira e Miranda recebem recursos para Unidade Odontológica Móvel

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (12), a portaria 2.563, que habilita os municípios de Aral Moreira e Miranda a receberem recursos para o funcionamento de uma Unidade Odontológica Móvel (UOM) para...

Notícias

Funasa paga R$ 1,9 mi para saneamento básico em seis municípios

O Governo Federal depositou R$ 1.921.810,79 na conta do Governo do Estado e de outras três cidades nos dias 3, 4, 5 e 6 deste mês. Os recursos são referentes aos valores viabilizados entre os anos de 2007 e 2011, por meio da intervenção do...

Notícias

Ministério libera R$ 5 milhões para 16 municípios

Recursos foram solicitados pelo deputado Geraldo Resende para repasse direto aos municípios em situação de emergência

PMDB

Ministério da Integração garante R$ 30 mi ao Estado

O secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional , Alexandre Navarro, anunciou complementação de R$ 25 milhões..

Notícias

Geraldo leva prefeitos ao Ministério da Integração

Nesta 2ª foi homologada emergência em mais cinco municípios, aumentando para 19 cidades à espera de socorro.

Notícias

Deputado visita municípios do Noroeste e Conesul

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB), candidato à reeleição com o número 1511, percorreu dez municípios durante a semana passada

1
 

Gabinete em Brasília - DF
Anexo IV - Gab 905 - CEP. 70160-900
Tel: (61) 3215-5905 - (61) 3215-3905
Fax: (61) 3215-2905
Email: dep.geraldoresende@camara.gov.br

Escritório em Dourados - MS
Rua João Cândido Câmara - 1195
CEP. 79826-010 - Jardim Central - Dourados - MS
Tel: (67) 3422-9292
Fax: (67) 3427-0908
Email: dep.geraldoresende@uol.com.br